Sunday, June 21, 2015

Lei da Anistia, Mitologia comuno-petista e a comissária da MENTIRA na "escolinha" do MST.

Bruno Braga.
Notas publicadas no Facebook.
 
 
I.
 
A Lei da Anistia e a Mitologia comuno-petista.
 
 
Luiz Edson Fachin acabou de tomar posse como Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). E, bastou o advogado do MST - do grupo de guerrilha comuno-petista do Foro de São Paulo - assumir o seu assento na mais alta Corte de Justiça do país, para o Procurador-Geral da República solicitar ao Supremo a retomada de uma ação penal contra o Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra (Cf. "Janot pede ao STF retomada de ação penal contra coronel Ustra", Folha de São Paulo, 17 de Junho de 2015 [http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/06/1644047-janot-pede-ao-stf-retomada-de-acao-penal-contra-coronel-ustra.shtml]).
 
Trata-se de mais uma tentativa - agora com o STF quase inteiramente aparelhado - de pisar a Lei da Anistia. De rasgá-la para reescrever a História com a MENTIRA recentemente maqueada por uma tal Comissão da VERDADE. Farsa utilizada para promover agentes políticos e legitimar um projeto de poder. Fraude que transformou uma terrorista comunista em "defensora da democracia", que a promoveu e contribuiu para elevá-la à Presidência da República.
 
 
II.
 
A comissária da MENTIRA na "escolinha" do MST.
 
 
A Comissão da Verdade encerrou no ano passado o seu trabalho de falsificação da História. Entregou o relatório final de suas atividades a uma fraude encarnada: a Presidente Dilma Rousseff - a terrorista que forjou um passado de "defensora da democracia" contra os governos militares, mas que pretendia, pegando em armas e associada a quadrilhas revolucionárias, instaurar no país um regime comunista.
 
Dilma chorou, mas Maria Rita Kehl - uma das integrantes da Comissão da MENTIRA - parece ter dado continuidade às suas atividades, e em um lugar bastante apropriado.
 
A ex-comissária participou de um "Ciclo de Debates" na Escola Nacional Florestan Fernandes, a escola do MST. O tema era bem sugestivo, e parece explicar o papel de uma psicanalista em um grupo supostamente de pesquisa e investigação histórica: "Psicanálise: comportamento, política, sociedade e MILITÂNCIA" (Cf. imagem).
 

Recentemente, a escola Florestan Fernandes serviu de palco para o MST firmar um acordo com o governo bolivariano da Venezuela, que se comprometeu a fornecer doutrinação comunista e treinamento de guerrilha aos sem-terra (Cf. Leitura recomendada). A presença de Maria Rita Kehl no núcleo de "formação" do "exército" com o qual Lula ameaçou o país dá uma dimensão da confiabilidade dos trabalhos da Comissão e da própria "verdade" que ela proclamou, uma falsificação da história para consagrar a mitologia revolucionária comunista.
 
 
Leitura recomendada.
 
BRAGA, Bruno. "Notas sobre a Comissão da MENTIRA", n. III - Maria Rita Kehl e o jornal "Movimento", vinculado ao PCdoB [http://b-braga.blogspot.com.br/2013/06/notas-sobre-comissao-da-mentira.html].
______. "MST - acordo bolivariano, doutrinação e guerrilha" [http://b-braga.blogspot.com.br/2014/11/mst-acordo-bolivariano-doutrinacao-e.html].
______. "A Escola do MST, o acordo bolivariano e o treinamento dos sem-terra" [http://b-braga.blogspot.com.br/2014/11/a-escola-do-mst-o-acordo-bolivariano-e.html].
______. "Lula ameaça com 'exército' do MST" [http://b-braga.blogspot.com.br/2015/02/lula-ameaca-com-exercito-do-mst.html].

No comments: