Friday, November 27, 2015

A oradora anticorrupção do PT - e do Foro de São Paulo.

Bruno Braga.
Notas publicadas no Facebook.


I.


No início do mês, o site da revista Veja ironizou a participação de Mônica Valente em um evento para "discutir políticas de combate à corrupção e ampliação de mecanismos de transparência" (Cf. imagem) [1]. A ironia não era apenas pela participação da petista em um evento dito "anticorrupção" - uma integrante do partido que montou o maior esquema de corrupção da história do país: o mensalão - mas porque ela é mulher de Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT e um dos principais operadores do esquema [2].

A Veja, no entanto, omitiu uma informação importante. Sim, omitiu, pois é impossível que não soubesse que, além de Secretária de Relações Internacionais do PT, Mônica Valente é Secretária-Executiva do Foro de São Paulo - da organização fundada por Lula e por Fidel Castro para transformar a América Latina na "Patria Grande" comunista (Cf. imagem: Mônica Valente apresenta a mensagem que o ex-Presidente Luiz Inácio enviou ao XXI Encontro do Foro de São Paulo, realizado no México entre os dias 29 de Julho e 01 de Agosto de 2015 [3]).

O mensalão não foi somente um "esquema de corrupção". Foi um golpe para subordinar o poder legislativo às determinações do poder executivo - que está nas mãos do PT. Um esquema que é engrenagem de outro ainda maior: o projeto do Foro de São Paulo [4].

Mônica Valente participou do tal evento "anticorrupção" promovido por - ora, ora - "partidos de esquerda ligados à Coordenação SOCIALISTA Latino-americana (CSL)". E a própria petista inicou o seu discurso com uma saudação especial: [...] "un cálido abrazo a los representantes de los partidos de nuestro continente latinoamericano que comprenden la Coordinadora Socialista, MUCHOS DE LOS CUALES TAMBIÉN MIEMBRO DEL FORO DE SÃO PAULO" [5]. Discurso citado pela Veja, e que acaba tornando ainda mais vergonhosa a omissão da organização comunista na nota irônica publicada em seu site.

É preciso destacar que a imprensa colaborou com a ascensão do Foro de São Paulo - se não pelo ocultamento de anos, com uma cobertura discreta, possibilitando o crescimento sem resistência de um projeto de poder criminoso que pintou de vermelho quase todo o mapa da América Latina.


II.

A oradora anticorrupção do PT - e do Foro de São Paulo (II).


Dias atrás, observei como a Veja, em uma nota irônica sobre a participação da petista Mônica Valente em um evento anticorrupção, omitiu que a mulher de Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT e um dos principais operadores do mensalão, é Secretária-Executiva do Foro de São Paulo - da organização fundada por Lula e por Fidel Castro para transformar a América Latina na "Patria Grande" comunista [6]. Uma omissão vergonhosa, e que pode ser ainda mais vexatória.

O tal evento "anticorrupção" aconteceu no Rio de Janeiro, promovido pela "Coordinación Socialista Latinoamericana" (CSL). Nesta oportunidade, a organização lançou o seu blog oficial [7], que na seção "Historia" assume expressamente: "Coordinadora Socialista Latinoamericana INTERACTÚA FREQUENTEMENTE CON EL FORO DE SAO PAULO y con COPPPAL" (Cf. imagem) [8].

A associação entre a CSL e o Foro de São Paulo pode ser identificada na seção do blog com o título "Conferencias". Ela traz registros de reuniões conjuntas e simultâneas entre as duas organizações. Foi assim, por exemplo, em Manágua, em 2000, e em Cuba, no ano de 2001: "Con ocasión del X Encuentro del Foro de Sao Paulo, reunido en la ciudad de La Havana del 4 al 7 de diciembre de 2001, se reunió también la Coordinación Socialista Latinoamericana" [9].

A CSL já teve como presidente o petista Marco Aurélio Garcia [10] - um dos principais articuladores do Foro de São Paulo [11], atualmente Assessor Especial da Presidente Dilma Rousseff para Assuntos Internacionais. Hoje, o Secretário Geral da "Coordinación Socialista" é o deputado federal Beto Albuquerque, do PSB (Partido Socialista Brasileiro) - partido que pertence ao Foro de São Paulo.

É importante anotar alguns dos "frequentadores" das reuniões da CSL: Partido Comunista da União Soviética; grupos ligados à guerrilha, como a Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN-Nicarágua) e a Frente Farabundo Marti de Libertação Nacional (FMLN-El Salvador); OLP (Organização para a Libertação da Palestina), grupo terrorista islâmico que foi comandado pelo falecido Yasser Arafat, agente criado e treinado pela KGB [12]; e até o Baas do Iraque (Baath, Ba'th) [13].


REFERÊNCIAS.

[1]. Cf. "A oradora anticorrupção do PT". Veja, 05 de Novembro de 2015 [http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/a-oradora-anticorrupcao-do-pt].

[2]. Idem.

[3]. Cf. "Foro de São Paulo: confabulação comunista no México" [http://b-braga.blogspot.com.br/2015/08/foro-de-sao-paulo-confabulacao.html].








[11]. Cf. "Foro de São Paulo: a gênese criminosa da 'Patria Grande" comunista", IV, V [http://b-braga.blogspot.com.br/2015/08/foro-de-sao-paulo-genese-criminosa-da.html].

[12]. Cf. "Foro de São Paulo: confabulação comunista no México". Adendo VI, referência [1] [http://b-braga.blogspot.com.br/2015/08/foro-de-sao-paulo-confabulacao.html].


No comments: