Friday, April 12, 2013

E se fosse um padre, ou um pastor? E se fosse um policial, ou um militar?


Bruno Braga.




O vídeo exibe – nitidamente - uma agressão física gratuita. O crime aconteceu em uma reunião tumultuada da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, no dia 13 de Março (2013). O agressor protestava contra o presidente da Comissão. Esgoela, berra “Eu não sou cristão!” De repente ele se volta contra um senhor que apenas lhe pede calma - em transe histérico, acaba contido por algumas pessoas.

Não, o agressor não é um padre, nem um pastor. Não é policial, nem militar. Não, não. Fosse um desses, ele estaria nas capas de todos os jornais e revistas. Sua vida seria totalmente vasculhada e exposta em programas de fofocas. Ele se tornaria alvo dos insultos polidos dos “Intelectuais” e dos formadores de opinião, da afetação dos palpiteiros que não perdem uma oportunidade para posarem de bom-moço, da chacota e do deboche de artistas engajados e idiotizados. Estudantes e universitários – à procura de uma causa - tomariam as ruas e praças públicas, pediriam a sua prisão com palavras de ordem, baderna e quebradeira. Na internet, contra o agressor, não faltariam “comunidades” e petições eletrônicas.

Não, nada disso aconteceu. Porque o criminoso pertence uma “classe privilegiada”. Braço de uma elite “revolucionária”, que se arroga o poder de reestruturar toda a sociedade, ele recebeu a auréola do “politicamente correto” e, automaticamente, a proteção dos sentinelas – dos veículos de informação, dos formadores de opinião, e dos idiotas úteis - que guardam os paladinos do “novo mundo”. O agressor é Toni Reis, líder do Movimento Gayzista ABGLT. Das mãos do ex-Presidente Luiz Inácio – O “Chefe” [1] -, ele recebeu um prêmio de “Direitos Humanos”, e – por empenho do Deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) -, obteve 11 milhões de reais do orçamento público para o seu ativismo.   

Bom, a vítima da agressão – do surto de Toni Reis – é Arnaldino. Este senhor é pastor evangélico.


Notas.

[1]. BRAGA, Bruno. “O Chefe” [http://b-braga.blogspot.com.br/2012/12/o-chefe.html].

  

No comments: