Monday, November 18, 2013

Prisão dos mensaleiros - Dilma Rousseff comparece a celebração COMUNISTA.

Bruno Braga.






No dia 15 de Novembro, Dilma Rousseff compareceu ao 13º Congresso do PC do B (cf. vídeo). Em sua intervenção no evento, a Presidente da República não fez nenhuma menção à prisão dos integrantes de sua QUADRILHA – dos líderes do PT, que – no mesmo dia – foram recolhidos por organizarem o maior esquema de corrupção da história do país, o MENSALÃO.

Dilma discursou em meio a uma autêntica celebração COMUNISTA. Culto a PSICOPATAS. Glorificação de BANDIDOS, ASSASSINOS e TERRORISTAS. A Presidente da República – à frente de um busto enorme de Lênin, um genocida – destacou a aliança histórica do partido comunista com o PT, o apoio ao seu governo – “o PC do B me ajuda e compartilha comigo o desafio de governar o Brasil”.  

O prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, que também participou do congresso, disse mais: “o PC do B não é um partido aliado, coligado, da coalizão, ou um partido da base, mas um PARTIDO IRMÃO do Partido dos Trabalhadores” [...] “o PC do B é um PARTIDO IRMÃO, mais velho, MAIS SÁBIO, que tem a clareza de que DEVEMOS MANTER VIVA A CHAMA SOCIALISTA NO BRASIL”. Uma declaração aberta sobre a essência SOCIALISTA-COMUNISTA do PT que muita gente ainda tem dificuldade para reconhecer ou que insiste em negar. O que é grave. Porque não se trata apenas de uma simples relação de “parentesco”, mas de um projeto efetivo de poder. Nas instâncias do Foro de São Paulo, o PT e o PC do B – aliados a outros partidos e organizações revolucionárias – promovem o SOCIALISMO-COMUNISMO que domina a América Latina.

O Congresso do PC do B foi “prestigiado” por outros petistas representativos. Entre eles, o próprio presidente do partido, Rui Falcão. E Alexandre Padilha, o Ministro da Saúde que conduz o “Mais médicos”. Programa utilizado como pretexto para “importar” agentes revolucionários travestidos de médicos e transferir recursos milionários para os aliados que o PT e o PC do B têm em comum: os ditadores e genocidas de Cuba, os irmãos Castro.
   

Nota publicada no Facebook em 18 de Novembro de 2013.



No comments: