Sunday, April 19, 2015

O "padre" do PT: o "Robert" e a campanha para um agente do Foro de São Paulo.

Bruno Braga.
Notas publicadas no Facebook.
 
 
I.
 
Mais que um simples "Robert". 
 
 
Um penetra na foto de Dom Geraldo Lyrio Rocha. A cara de espertalhão já o denuncia e o condena. É João. E não se trata apenas de um "bicão" com manha e astúcia para ser fotografado com o Arcebispo de Mariana (MG), que participou neste mês de abril da instalação da Paróquia de São Sebastião, em Monsenhor Isidro. Não.
 
João utiliza da malícia e da astúcia também para parasitar a Igreja Católica. Ele é o Deputado Federal que promove sua carreira política passando-se por "padre". Porém, João está filiado ao PT - que é um partido socialista-comunista [1]. Um partido que está comprometido com a legalização definitiva do ABORTO, do ASSASSINATO DE CRIANÇAS INDEFESAS; que está empenhado na implementação da ideologia de gênero (gayzismo-feminismo) em todas as esferas da vida pública; que tem ligações com o crime organizado; que está associado com grupos narco-terroristas, com movimentos de guerrilha urbana e rural, e que tomou de assalto o país.
 
Enfim, João é mais que um simples "Robert". Por contrariar frontal e obscenamente os seus princípios, ele é um intruso dentro da Igreja Católica. É um "apóstolo" da Teologia da Libertação que tem como "profissão de fé" a promoção do projeto de poder comuno-petista.
 
 
II.
 
Um "padre" em campanha para um genuíno agente do Foro de São Paulo.
 
 
No final de 2014, o então deputado petista Renato Simões declarou em plena Câmara Federal que a Presidência da República é ocupada por um fantoche: quem governa o Brasil é o Foro de São Paulo [2].
 
Simões participou de encontros promovidos pela organização fundada por Lula e por Fidel Castro como parlamentar e, antes de ter assento na Câmara dos Deputados, como Secretário de Movimentos Sociais do PT [3].
 
Em 2013, Simões candidatou-se à presidência do Partido dos Trabalhadores. Para enfrentar a disputa, ele contou com um apoio "ilustre": João - o Deputado Federal que promove sua carreira política fingindo ser "padre" (Cf. vídeo).
 

 
As primeiras palavras do empenhado "cabo eleitoral", contudo, bastam para constatar que de "padre" o sujeito não tem nada: "Nós, da militância SOCIALISTA" [...] [4]. João vai ainda mais longe. Ele afirma que Renato Simões é a "garantia" de um PT "mais à esquerda" para realizar as "reformas estruturantes" no país. Traduzindo. João assegura que Renato Simões é a certeza de que o Partido dos Trabalhadores será ainda mais radical na promoção do seu projeto totalitário de poder.
 
João. O "apóstolo" da Teologia da Libertação disfarçado de "padre" em plena campanha para um genuíno agente do Foro de São Paulo. Da organização que governa o Brasil - conforme o seu próprio candidato à presidência do PT posteriormente confessou -, e que pretende fazer da América Latina uma "Patria Grande" comunista.
 
 
REFERÊNCIAS.
 
[1]. I. Congregação do Santo Ofício, 1949. (1) "É permitido aderir ao partido comunista ou favorecê-lo de alguma maneira? Não. O comunismo é de fato materialista e anticristão; embora declarem às vezes em palavras que não atacam a religião, os comunistas demonstram de fato, quer pela doutrina, quer pelas ações, que são hostis a Deus, à verdadeira religião e à Igreja de Cristo [...] (4) Fiéis cristãos que professam a doutrina materialista e anticristã do comunismo, e sobretudo os que as defendem e propagam, incorrem pelo próprio fato, como apóstatas da fé católica, na excomunhão reservada de modo especial à Sé Apostólica? Sim. - II. Congregação do Santo Ofício, 1959. "É permitido aos cidadãos católicos, ao elegerem os representantes do povo, darem seu voto a partidos ou a candidatos que, mesmo se não proclamam princípios contrários à doutrina católica e até reivindicam o nome de cristãos, apesar disto se unem de fato aos comunistas e os apoiam por sua ação? Não, segundo a diretiva do Decreto do Santo Ofício de 1o. de Julho de 1949, n.1 [3865]" (Cf. [http://b-braga.blogspot.com.br/2012/05/um-alerta-aos-catolicos.html]).
 
 
[3]. "A reforma política para o Foro de São Paulo continuar governando o Brasil" [http://b-braga.blogspot.com.br/2015/04/a-reforma-politica-para-o-foro-de-sao.html].
 
[4]. Cf. Referência [1].


 
Para saber mais sobre João, leia também:
 
BRAGA, Bruno. "João - 'vida dupla', improbidade administrativa e guerrilha rural dos sem-terra" [http://b-braga.blogspot.com.br/2015/02/joao-vida-dupla-improbidade.html].
______. "O 'apostolado' do SOCIALISMO-COMUNISMO em Brasília" [http://b-braga.blogspot.com.br/2014/03/o-apostolado-do-socialismo-comunismo-em.html].
______. "JOÃO e o seu 'apostolado da revolução'" [http://b-braga.blogspot.com.br/2014/05/joao-e-o-seu-apostolado-da-revolucao.html].

No comments: