Sunday, July 03, 2016

O Foro de São Paulo em El Salvador.

Bruno Braga.
Notas publicadas no Facebook.


I.

A mensagem de Lula para o XXII Foro de São Paulo.

Ontem, 25 de junho, Lula "saudou" os participantes do XXII Encontro do Foro de São Paulo na pessoa de Salvador Sánchez Céren, do sanguinário terrorista comunista da Frente Farabundo Martí Para la Liberación Nacional (FMLN) e atual Presidente de El Salvador - país que recepciona o evento comunista [1].

Assista ao vídeo.


As palavras do ex-Presidente bastam para dar aos desconfiados e incrédulos uma amostra do poder do Foro de São Paulo na América Latina, e exibem a estratégia para salvar o mandato da Presidente Dilma Rousseff do processo de impeachment: disseminar falsa tese de que o fantoche do Foro é vítima de um "golpe" e fazer terrorismo com as tais "conquistas" e "direitos sociais" [2].

A mensagem de Lula foi apresentada por Mônica Valente no ato que inaugurou o evento do Foro de São Paulo. Mônica Valente, do PT, é a atual Secretária Executiva do Foro e mulher de Delúbio Soares - um dos principais articuladores do Mensalão, o escandaloso esquema de corrupção que tinha o próprio Luiz Inácio como "Chefe". 

II.

CHINA participa do FORO DE SÃO PAULO. 

O gigante asiático e a parceria para a construção da "Patria Grande" comunista na América Latina.

Cf. imagem. 24 de junho de 2016.


III. 

Da SECRETÁRIA EXECUTIVA do FORO DE SÃO PAULO: 

"A organização milionária da mulher de Delúbio: MÔNICA VALENTE comanda o escritório brasileiro de associação que recebe R$ 7 mi por ano para representar sindicatos".

"Exonerado do cargo de professor da rede pública de Goiás e vivendo oficialmente da renda de uma imobiliária virtual, o EX-TESOUREIRO DO PT DELÚBIO SOARES costuma dizer que DEPENDE DA MULHER para honrar suas despesas. Mas não deve ser com os rendimentos do ofício de psicóloga que MÔNICA VALENTE tem conseguido ajudar o marido. Desde a militância à frente da CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES (CUT) na década de 90, Mônica aprofundou sua atuação profissional no mundo dos sindicatos de servidores. MEMBRO DO DIRETÓRIO NACIONAL DO PT, a mulher de Delúbio comanda o escritório brasileiro da Internacional do Serviço Público (ISP), entidade que desempenha o papel de intermediário entre os sindicatos de funcionários públicos e organismos globais, como a Organização Internacional do Trabalho (OIT). A adesão das confederações à ISP custa um euro por filiado. EM CONJUNTO, as 26 confederações filiadas à associação comandada por Mônica Valente repassam para ela R$ 7 MILHÕES POR ANO das receitas obtidas com o IMPOSTO SINDICAL". [...] 

"O DESTINO DESSE DINHEIRO TODO, PORÉM, É UM MISTÉRIO ATÉ MESMO PARA AS ENTIDADES QUE PAGAM PELA FILIAÇÃO. A ISP recebe recursos das confederações que representam os servidores públicos e NÃO PRESTA CONTAS". [...] "Servidores do Judiciário tentaram impedir na Justiça o desconto nos salários para bancar entidades, que segundo Adilson Rodrigues, diretor do Sintrajud, nem deveriam existir. 'É um absurdo descontar um dia do salário do trabalhador para sustentar sindicatos de fachada. Os dirigentes se lambuzam no dinheiro suado do servidor. No dia a dia, a ISP é fictícia. A atuação internacional de um sindicato é algo pontual, não de filiação em tempo integral. Gastamos dinheiro para bancar uma entidade fajuta', acusa Rodrigues. 

"A denominação 'INTERNACIONAL' que a associação comandada por Mônica carrega também não combina com a estrutura que o ISP tem no Brasil. Como uma espécie de “franquia” do órgão internacional, a associação registrou CNPJ em São Paulo em 2001, antes da entrada da mulher de Delúbio. Embora tenha mais de DEZ ANOS DE EXISTÊNCIA e opere UMA VERBA MILIONÁRIA, a associação que embolsa recursos das confederações sindicais se resume a uma sala no centro da capital paulista e é tocada hoje por apenas duas pessoas". [...]

Cf. Revista "Isto é" apud "Congresso em foco", 29 de setembro de 2012 [http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/revistas-a-organizacao-milionaria-da-mulher-de-delubio/].

IMAGEM. Ato de inauguração do XXII Encontro do Foro de São Paulo, El Salvador, 25 de junho de 2016. Mônica Valente ergue os punhos - em gesto comunista - junto com terroristas da FMLN [3]. 

IV. 

Ricardo Cajas Mejia é desses que criam mitologias sobre povos "indígenas" e "originários" para, com elas, erguer uma "bandeira" e sorrateiramente promover o esquema de poder comunista.

Uma frase foi recortada do seu discurso no XXII Encontro do Foro de São Paulo e utilizada como "slogan" nas redes sociais (Cf. imagem). Ela é bastante significativa. Anuncia qual é o "inimigo" a ser combatido na "luta de classes" adaptada à "causa" dita "indígena" e dos tais "povos originários": a Igreja Católica. "Nossas mentes" - segundo Mejia - devem ser "descolonizadas". A Igreja, portanto, deve ser escorraçada ou se rebaixar - rebaixar-se aos padrões da Teologia da Libertação, criada pelos próprios comunistas para enganar os católicos e submeter a Igreja ao seu esquema totalitário de poder.    

V. 

A "catequese" comunista do Foro de São Paulo.

As delegações internacionais de jovens que participaram do encontro do Foro de São Paulo em El Salvador visitaram o "Centro Monseñor Romero". Na imagem I, como pano de fundo, aparece um painel com o título "padres de la iglesia latinoamericana". Note, não está escrito "Padres da Igreja Católica". Não está escrito, porque os comunistas pretendem construir a sua própria "igreja", erguer um altar com a sua própria hagiografia. Tudo feito com a "graça" e a malícia da Teologia da Libertação, de forma bem sutil e disfarçada, instrumentalizando a própria Igreja Católica. É o que acontece com o próprio Óscar Romero, de certa forma "capturado" pelas hostes comunistas e transformado em ícone, em "santo" da revolução e do seu totalitário e criminoso esquema de poder. Leia o texto abaixo. Se ainda tiver alguma dúvida, a imagem II mostra como camisas com estampas do Monsenhor Romero eram vendidas no evento do Foro de São Paulo, em El Salvador.   

______

[...] "A batalha já fora ganha para a causa revolucionária na Igreja, o que ficou clara desde a morte do arcebispo Oscar Arnulfo Romero, o homem a inspirar as lamúrias mais lacrimosas pelo mundo e até mereceu um molho necrológico rítmico e contagiante de Rubén Blades, quando em 1977 sucumbiu às balas paramilitares em seu país. FILHO DA FANTÁSTICA MÁQUINA PROPAGANDÍSTICA DA ESQUERDA - que, não esqueçamos, nos anos 70 parecia um 'juggernaut' capaz de acabar de dentro com o Ocidente livre - O MITO DO PADRE ROMERO ENTRONIZOU A PRIMAZIA DA 'IGREJA POPULAR' EM EL SALVADOR. Tratava-se de uma MENTIRA cruel: ROMERO JAMAIS FOI REVOLUCIONÁRIO NEM PARTIDÁRIO DA TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO. Mas sim um homem atemorizado, encurralado pelas freiras e padres revolucionários a se enfiarem histericamente com cama e tudo no escritório cada vez que havia uma disputa administrativa e que, com seus assaltos acrobáticos à cúria, haviam conseguido isolar as possíveis fontes de apoio que o arcebispo teria desejado encontrar no setor mais tradicional. O Papa o levara a Roma para dar-lhe um bom puxão de orelhas por sua debilidade diante dos batinas-vermelhas, e ele regressara disposto a combater, atrevendo-se inclusive a atacar a penetração marxista na Igreja. Sua morte, uma das barbaridades mais contraproducentes cometidas pelos anticomunistas, permitiu que a igreja revolucionária lhe prestasse culto no altar do martírio. Desde então, os padres Ernesto Cardenal, Miguel d'Escoto e as outras relíquias do santuário sandinista transformaram sua vacilação e timidez em ousadia sacrificada em favor da igreja socialista".

in MENDOZA, Plinio Apuleyo. VARGAS LLOSA, Alvaro. MONTANER, Carlos Alberto. . "Manual do perfeito idiota latino-americano. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011. p. 201.

VI. 

"Cético" não é apenas o que desdenha o Foro de São Paulo como "teoria da conspiração", mas também aquele que, embora reconheça a existência da organização comunista, despreza o poder e a capacidade influência das iniciativas e ações dela. Para os últimos, eis uma pequena amostra da rede na qual o Foro de São Paulo está integrado e como ela promove o seu esquema de poder. 

Na imagem I, Iole Ilíada aparece ao lado de Medardo González, terrorista comunista que é o atual Secretário Geral da Frente Farabundo Martí para la Liberación Nacional (FMLN) [4]. Com os punhos erguidos - com o tradicional gesto comunista - eles participaram no dia 23 de junho da "Escola de Formación Política" do XXII Encontro do Foro de São Paulo, em El Salvador [5]. Iole Ilíada representava não só o PT mas - como vice-presidente - a Fundação Perseu Abramo.

A imagem II mostra um "Curso de Difusão do Conhecimento em Gestão e Políticas Públicas", promovido pela Fundação Perseu Abramo - a Fundação que tem Iole Ilíada na sua diretoria. O tal "curso" foi ministrado no final de abril, no Campus Barbacena do Instituto Federal Sudeste de Minas Gerais (IfSudeste-Barbacena-MG). Uma instituição pública, mantida com dinheiro do contribuinte, que é mais uma vez utilizada para treinar a militância comuno-petista [6]. Militância que atua na cidade com protestos e manifestações, como grupo de pressão sobre políticos locais; que parasita salas de aula para a ideologização dos alunos, promove greves e paralizações; que se aloja em grupos comunitários, de bairro, e nas paróquias.

Muito bem. O "cético" pode dar de ombros e até fazer chacota, mas, o poder do Foro de São Paulo e da sua rede de influências não está tão longe assim como ele imagina - é o que mostra um simples caso do interior de Minas Gerais.  

VII. 

XXII Encontro do Foro de São Paulo - El Salvador, 2016. 

. "Documento base" [7] - notas de leitura.  

IV. [8].


Neste trecho do "Documento base", o Foro de São Paulo expõe três objetivos estratégicos para a ampliação e para o fortalecimento, mas também para a defesa e preservação, do esquema de poder comunista, e deixa à mostra o caráter totalitário dele:  
[1. PROPRIEDADE. Buscar "novas formas" de propriedade dos meios de produção e industrialização. Mas que "novas formas" de propriedade seriam essas?
[2. HEGEMONIA em todos os espaços institucionais que compõem o poder político ou que podem influenciá-lo - como o Poder Judiciário.
[3. DOMÍNIO dos MEIOS DE COMUNICAÇÃO.
Cf. imagem. Doc. pp. 13-14.


REFERÊNCIAS.

[1]. Cf. "Foro de São Paulo: comunistas se reúnem em El Salvador" [http://b-braga.blogspot.com.br/2016/06/foro-de-sao-paulo-comunistas-se-reunem.html].


[3]. Cf. "Foro de São Paulo: comunistas se reúnem em El Salvador" [http://b-braga.blogspot.com.br/2016/06/foro-de-sao-paulo-comunistas-se-reunem.html].

[4]. "Foro de São Paulo: comunistas se reúnem em El Salvador", nota II. c. [http://b-braga.blogspot.com.br/2016/06/foro-de-sao-paulo-comunistas-se-reunem.html].

[5]. Idem.  

[6]. Cf. "IF Sudeste MG - Barbacena: militância e 'apostolado' comuno-petista" [http://b-braga.blogspot.com.br/2016/03/if-sudeste-mg-barbacena-militancia-e.html].

[7]. Cf. XXII Encontro do Foro de São Paulo - Documento base [http://forodesaopaulo.org/documento-base-base-document/].

[8]. Para ler as notas de leitura anteriores - I-III - acesse: "Foro de São Paulo: comunistas se reúnem em El Salvador", nota II. c. [http://b-braga.blogspot.com.br/2016/06/foro-de-sao-paulo-comunistas-se-reunem.html].

ARTIGOS RECOMENDADOS.

[1]. Cf. "Foro de São Paulo: comunistas se reúnem em El Salvador" [http://b-braga.blogspot.com.br/2016/06/foro-de-sao-paulo-comunistas-se-reunem.html].

[2]. Cf. "Os 'apóstolos' do Foro de São Paulo" [http://b-braga.blogspot.com.br/2016/06/os-apostolos-do-foro-de-sao-paulo.html].

No comments: