Thursday, July 21, 2016

Fátima, Nossa Senhora do Carmo e o "ministério gayzista".

Bruno Braga.


No último sábado, 16 de julho, a Igreja Católica celebrou Nossa Senhora do Carmo. Junto com a aparição que marca a data da festa é importante recordar a presença da Santíssima Virgem nos eventos extraordinários ocorridos em Fátima - e numa ocasição muito especial: na "Dança do Sol", o milagre que Nossa Senhora prometeu aos três pastorinhos para que "todos acreditem" [1]. 

No dia marcado por Maria - 13 de outubro de 1917 - Nossa Senhora do Carmo apareceu ao lado do sol, imediatamente após a presença da Mãe, do Menino e de São José, a presença da Sagrada Família: 
"Desaparecida Nossa Senhora, na imensa distância do firmamento, vimos, ao lado do sol, S. José com o Menino e Nossa Senhora vestida de branco, com um manto azul. S. José com o Menino pareciam abençoar o Mundo com uns gestos que faziam com a mão em forma de cruz. Pouco depois, desvanecida esta aparição, vi Nosso Senhor e Nossa Senhora que me dava a ideia de ser Nossa Senhora das Dores. Nosso Senhor parecia abençoar o Mundo da mesma forma que S. José. Desvaneceu-se esta aparição e pareceu-me ver ainda NOSSA SENHORA EM FORMA SEMELHANTE A NOSSA SENHORA DO CARMO" [2].
Em uma carta ao cardeal Carlo Cafarra, a irmã Lúcia - a vidente que narra a aparição de Nossa Senhora do Carmo em Fátima - revelou que o confronto final entre o Senhor e o reino de Satanás será sobre o matrimônio e sobre a família [3].

Não se trata aqui de desvendar os mistérios entre o Céu e a Terra, nem instaurar de forma precipitada um tribunal moral de "pessoas". Não. Mas considerar os eventos e o "cenário" previsto acima diante do sacrilégio promovido pelo criador de uma Drag Queen - militante LGBT que integra a Pastoral Litúrgica - em uma celebração de louvor a Nossa Senhora do Carmo, dentro de uma paróquia dedicada à mesma Senhora, em Itaquera (SP). Ele fez Homilia sobre a "ideologia de gênero", teve o rosto estampado no folheto da Santa Missa, elevou o Cálice com o Sangue de Cristo e distribuiu a Santa Eucaristia, o Corpo de Nosso Senhor (Cf. imagens) [4]. 





"Dindry Buck" - nome da Drag Queen - fez tudo com a "benção" do "padre" Paulo Sérgio Bezerra, conhecido pelo seu "ministério gayzista" [5] e como "apóstolo" da Teologia da Libertação - do simulacro de teologia que tem raízes na Rússia comunista, país que Nossa Senhora pediu em Fátima fosse Consagrado ao Seu Imaculado Coração para evitar que ele espalhasse os seus "erros" pelo mundo [6].

Muito bem. Pense o leitor o que quiser, porém, mesmo o "cético" não escapa de reconhecer: o episódio é no mínimo "significativo", e produzirá efeitos naquele conjunto de católicos e no tecido comunitário do qual faz parte.


REFERÊNCIAS.

[1]. Cf. "Memórias da Irmã Lúcia". Secretariado dos Pastorinhos: Fátima, Portugal. 13a ed., 2007. pp. 180-181 - "Fátima, o Milagre do Sol e Nossa Senhora do Carmo" [https://www.facebook.com/blogbbraga/photos/pb.184797238335563.-2207520000.1469123369./656637987818150/?type=3&theater].

[2]. Idem.

[3]. Cf. "Irmã Lúcia: Batalha final entre Cristo e Satanás será sobre família e matrimônio". ACIDigital, 14 de junho de 2016 [http://www.acidigital.com/noticias/irma-lucia-batalha-final-entre-cristo-e-satanas-sera-sobre-familia-e-matrimonio-66002/].

[4]. Fonte das imagens: "Emoção e Fé - Criador da Drag Queen Dindry Buck faz homilia sobre Diversidade Sexual e é homenageado em missa", 06 de julho de 2016 [http://www.emneon.com.br/2016/07/emocao-e-fe-criador-da-drag-queen.html#.V5ED07iAOkq].

[5]. Cf. "A Teologia da Libertação e o 'apostolado' gayzista", I. "DENÚNCIA: Paróquia de Itaquera a serviço da destruição da Igreja" [http://b-braga.blogspot.com.br/2015/07/a-teologia-da-libertacao-e-o-apostolado.html]. 

[6]. Cf. A terceira aparição da Santíssima Virgem Maria aos três pastorinhos de Fátima [https://www.facebook.com/blogbbraga/photos/pb.184797238335563.-2207520000.1469123369./654895937992355/?type=3&theater].

No comments: