Thursday, October 12, 2017

Aparecida. A Maçonaria e o Comunismo contra a Santíssima Virgem Maria.

Bruno Braga.
Notas de leitura publicadas no Facebook.


I.

Maçonaria: como a seita satânica assaltou Nossa Senhora Aparecida e promoveu a degradação moral.

Na Europa, desde o século dezoito, o espírito LIBERAL-MAÇÔNICO e a aplicação da doutrina regalista predominavam nos regimes dos governos católicos da Áustria, Nápoles, Espanha e Portugal. Aí, a partir de 1800, HOUVE INTERVENÇÃO NO GOVERNO PASTORAL DAQUELAS IGREJAS, ACONTECENDO O MESMO NA IGREJA DO BRASIL. O Santuário de Aparecida passou para o domínio do poder secular em consequência de uma resolução tomada por Dom João VI, rei de Portugal, em 1800, que seguia o exemplo daqueles países. 

Em 1803, saíram as primeiras normas a respeito; em 1805, OS BENS DO SANTUÁRIO, E PARTICULARMENTE AS RENDAS DO COFRE, passaram a pertencer à Fazenda Nacional.

[...] Além da intromissão indébita no terreno da jurisdição puramente eclesiástica, o governo se arvorou em juiz para decidir sobre as necessidades pastorais do Santuário anulando a nomeação de mais capelães quando estes se faziam necessários. [...]

"pelo oportunismo carreirista dos Juízes Municipais, que sacrificavam os interesses da Capela em seu proveito ou em proveito de seu partido político".
Apesar das boas rendas, a igreja não podia utilizá-la nem para o bem do Santuário nem para o bem da pastoral da diocese; À SEMELHANÇA DOS DINHEIROS DA RECEITA PÚBLICA DE NOSSO PAÍS, ERAM ESBANJADOS OU DESVIADOS PARA PROVEITO PRÓPRIO DOS ADMINISTRADORES E DE POLÍTICOS DE GUARATINGUETÁ. [...]

>>> [ANTES DA INTERVENÇÃO MAÇÔNICA]:

Desde o início do povoado houve grande preocupação em ressaltar O CARÁTER SAGRADO DO POVOADO. A administração mantinha normas severas a respeito. Como seria bom para Aparecida se hoje as autoridades civis e militares tivessem o mesmo empenho e colaborassem com a Igreja... certamente não presenciaríamos certos abusos.

[...] aparecem estas exigências: "Não poderá vender ou alugar sem a permissão do Juiz nem as poderá alugar a mulheres escandalosas, e se o fizer, o Juiz as poderá botar fora". Outros contratos repetem AS EXIGÊNCIAS QUANTO À CONDUTA MORAL DO LOCATÁRIO NÃO PERMITINDO JOGATINA E MERETRÍCIO.

[...] a administração se preocupava também com o "aumento e formosura desta capela (=povoado)", VOLTANDO A INSISTIR NO RESPEITO: "Não poderá vender ou alugar, senão a pessoas de boa nota E COM A APROVAÇÃO DO REVDO. CAPELÃO, SEM A QUAL FICARÁ NULA A VENDA OU LOCAÇÃO; de não consentir à gente do lugar jogos, desordens nem habitar pessoas de mau procedimento". 

in BRUSTOLONI, Júlio. "História de Nossa Senhora da Conceição Aparecida": a imagem, o santuário e as romarias. Editora Santuário: Aparecida-SP, 2016 (10a. ed. rev. e ampl., 1998). pp. 175-76; 183; 185; 165.
"Seita satânica que tem por única lei a mentira, por seu deus o demônio, e por culto e religião o que há de mais vergonhoso e depravado sobre a face da Terra". Pio VIII sobre a Maçonaria. Carta Encíclica "Traditii humilitati nostrae", 1829. 

II.

Teologia da Libertação e Aparecida: como delinquentes que parasitam a Santa Igreja Católica boicotaram a Santíssima Virgem Maria para promover o Comunismo.

"O Concílio Vaticano II abriu para a Igreja Católica uma nova dimensão, a dimensão do povo de Deus em busca da justiça do Reino. Era preciso atualizar a liturgia, renovar a reflexão teológica a partir das novas necessidades do homem diante da técnica que criou uma nova ética. Uma das consequência do impacto da renovação trazida pelo Concílio foi a DESVALORIZAÇÃO DA RELIGIOSIDADE POPULAR. Esta NÃO ERA BEM VISTA PELOS LÍDERES DA NOVA TEOLOGIA. E como os santuários eram, e são, uma das maiores manifestações dessa religiosidade, FORAM DISCRIMINADOS PELA VANGUARDA DA RENOVAÇÃO, especialmente pela TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO".

in BRUSTOLONI, Júlio. "História de Nossa Senhora da Conceição Aparecida": a imagem, o santuário e as romarias. Editora Santuário: Aparecida-SP, 2016 (10a. ed. rev. e ampl., 1998). p. 315. (*) OBS. Não se sabe por qual motivo, se por esquecimento do que foi declarado anteriormente ou por inibir-se com a crítica feita, o autor nas páginas seguintes elogia a Teologia da Libertação como algo que "fez muito bem" à Igreja (p. 362). Ora, o boicote contra a Imaculada Conceição Aparecida já exibe a falsidade da afirmação. E os "frutos" produzidos pela falsa teologia estão ai para qualquer um ver e dirimir a dúvida: a Teologia fez muito mal, não só para a Igreja, mas para o país inteiro, com a quadrilha comunista que elevou ao poder e que devastou o Brasil.

(*) PS. Um dos traços característicos dos "apóstolos" da Teologia da Libertação é a indiferença, também o desprezo e até a ofensa e o insulto contra a Santíssima Virgem Maria. Eles contestam a "Salve Rainha" e a oração que Nossa Senhora ensinou aos pastorinhos em Fátima, inserida no Santo Terço: "Ó meu Bom Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o Céu, e socorrei os que mais precisarem" [https://www.youtube.com/watch?v=-DFIRvkPhhE] - e questionam a devoção à Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo, afirmando que a sexualidade da Mãe de Deus não a diferencia das mulheres em geral [https://www.facebook.com/bruno.braga.75470/posts/10204742761236890]. Existem inclusive os que se recusam a rezar a Ave Maria [http://b-braga.blogspot.com.br/2014/01/promovendo-revolucao-petista-socialista.html - Nota II].

III.

CNBB e Dom Helder tentam assaltar Nossa Senhora Aparecida para promover o Comunismo.

O texto abaixo mostra a proposta indecorosa de Dom Helder Câmara, então presidente da CNBB, para que a Conferência dos Bispos ficasse com 20% das receitas do Santuário de Aparecida. Não é segredo para mais ninguém que Dom Helder foi um dos principais "apóstolos" da Teologia da Libertação, responsável por fazer da CNBB um instrumento para a disseminação da nefasta teologia e, simultaneamente, aparelhar a Santa Igreja Católica, promovendo o esquema de poder comunista que devastou o país. 

"PERCENTAGEM DAS RENDAS PARA A CNBB - O artigo 5o do Decreto estabelecia que, das rendas líquidas do Santuário, 10% fossem destinadas para a formação do patrimônio da Arquidiocese, 70% para a construção da nova igreja, e 20% FICARIA À DISPOSIÇÃO DA CNBB PARA MANUTENÇÃO DE OBRAS DE APOSTOLADO. A razão para que a CNBB deu para essa percentagem foi a de que os peregrinos acodem ao Santuário de todas as partes do Brasil e, por isso, seria justo que parte de seus donativos revertessem em benefício da entidade.

"A PERCENTAGEM DE 20% PARA A CNBB, PROPOSTA INICIALMENTE POR DOM HELDER, E CONSTANTE DO DECRETO PONTIFÍCIO, ERA MUITO ALTA E ESTAVA ACARRETANDO GRANDE ATRASO NA CONSTRUÇÃO DA NOVA BASÍLICA. Por isso, na reunião de 6 de abril de 1965, o Conselho decidiu pedir à Santa Sé que alterasse a percentagem para 5%".

in BRUSTOLONI, Júlio. "História de Nossa Senhora da Conceição Aparecida": a imagem, o santuário e as romarias. Editora Santuário: Aparecida-SP, 2016 (10a. ed. rev. e ampl., 1998). pp. 242-43.

(*) Para os que não o conhecem, leia: "Quem foi realmente Dom Helder Câmara?" [https://fratresinunum.com/2015/04/10/quem-foi-realmente-dom-helder-camara/].

IV.

Rainha do Brasil: Nossa Senhora Aparecida contra o Comunismo.

"Em 1945, S. Eminência o Sr. Cardeal Motta organizou na cidade de São Paulo UMA NOITE DE VIGÍLIA E DE PRECES PARA ALERTAR O POVO, SOBRETUDO O OPERARIADO, CONTRA O MOVIMENTO COMUNISTA, levando a IMAGEM para lá. Aquela noite de 14 de julho ficou conhecida como 'NOITE DE NOSSA SENHORA'. Sua permanência na Catedral e na Praça da Sé para aquela manifestação muito contribuiu para o crescimento da devoção do povo paulistano" [1].

______

JURAMENTO DO POVO PAULISTA À SENHORA APARECIDA [2].

Ó meu Deus!

Na Vossa presença e diante da Imagem da Virgem Aparecida, neste momento solene, juro fidelidade à minha fé até a morte.

Juro defender a minha Igreja contra os assalto dos seus inimigos, sejam eles quais forem. Prometo obediência aos Bispos, ministros da Igreja e responsáveis pelas almas diante de Deus.

E porque Vos amo e à minha Igreja, REPUDIO, DETESTO, ABOMINO A DOUTRINA COMUNISTA, POR SER CONTRÁRIA À MINHA FÉ CATÓLICA. Nunca darei meu nome a seitas condenadas pela minha Igreja.

______

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA APARECIDA PEDINDO PARA AFASTAR DO BRASIL O FLAGELO DO COMUNISMO. 

Ó Rainha do Brasil, nesta hora de tantos perigos para a nossa Pátria, afastai dela o flagelo do comunismo ateu.

Não permitais que consiga instaurar-se em nosso País, nascido e formado sob o influxo sagrado da civilização cristã, o regime comunista, que nega todos os Mandamentos da Lei de Deus.

Para isso, ó Senhora, conservai viva, aumentai a rejeição que o comunismo encontrou em todas as camadas sociais do povo brasileiro. Ajudai-nos a ter sempre presente que:

1) O Decálogo nos manda "amar a Deus sobre todas as coisas", "não tomar seu santo Nome em vão" e "guardar os domingos e festas de preceito". E o comunismo ateu tudo faz para extinguir a Fé, levar os homens à blasfêmia e criar obstáculos à normal e pacífica celebração do culto;

2) O Decálogo manda "honrar pai e mãe", "não pecar contra a castidade" e "não desejar a mulher do próximo". Ora, o comunismo deseja romper os vínculos entre pais e filhos, entregando a educação destes em mãos do Estado. O comunismo nega o valor da virgindade e ensina que o casamento pode ser dissolvido por qualquer motivo, pela mera vontade de um dos cônjuges;

3) O Decálogo manda "não furtar" e "não cobiçar as coisas alheias". O comunismo nega a propriedade privada e sua tão importante função social;

4) O Decálogo manda "não matar". O comunismo emprega a guerra de conquista como meio de expansão ideológica e promove revoluções e crimes em todo o mundo;

5) O Decálogo manda "não levantar falso testemunho", e o comunismo usa sistematicamente a mentira como arma de propaganda.

Fazei que, tolhendo resolutamente os passos à infiltração comunista, os brasileiros de todas as classes sociais possam contribuir para que se aproxime o dia da gloriosa vitória que predissestes em FÁTIMA com estas palavras tão cheias de esperança e doçura: "POR FIM MEU IMACULADO CORAÇÃO TRIUNFARÁ". 


REFERÊNCIAS.

[1]. BRUSTOLONI, Júlio. "História de Nossa Senhora da Conceição Aparecida": a imagem, o santuário e as romarias. Editora Santuário: Aparecida-SP, 2016 (10a. ed. rev. e ampl., 1998). p. 356.

[2]. Fonte da imagem. IPCO.

ARTIGOS RECOMENDADOS.

PACEPA, Ion Mihai. "A KGB criou a Teologia da Libertação" [http://b-braga.blogspot.com.br/2015/01/a-kgb-criou-teologia-da-libertacao.html]. Tradução do Capítulo "Liberation Theology" (15), que é parte do livro "Disinformation": former spy chief reveals secret strategis for undermining freedom, attacking religion, and promoting terrorism (WND Books: Washington, 2013); 

______. "As raízes secretas da teologia da libertação". Trad. Ricardo R. Hashimoto. Mídia Sem Máscara, 11 de Maio de 2015 [http://www.midiasemmascara.org/artigos/desinformacao/15820-2015-05-11-05-32-01.html]; 

______. "A Cruzada religiosa do Kremlin". Trad. Bruno Braga [http://b-braga.blogspot.com.br/2013/04/a-cruzada-religiosa-do-kremlin.html]; 

. "Ex-espião da União Soviética: Nós criamos a Teologia da Libertação", ACIDigital, 11 de Maio de 2015 [http://www.acidigital.com/noticias/ex-espiao-da-uniao-sovietica-nos-criamos-a-teologia-da-libertacao-28919/].

BRAGA, Bruno. "A aliança entre a Maçonaria e o Comunismo" [http://b-braga.blogspot.com.br/2016/05/a-alianca-entre-maconaria-e-o-comunismo.html].

______. "Leão XIII contra a Maçonaria e o Comunismo" [http://b-braga.blogspot.com.br/2017/03/leao-xiii-contra-maconaria-e-o-comunismo.html].

No comments: