Thursday, September 19, 2013

Notas VI. MÉDICOS CUBANOS - PT - Ditadura Castro - e o projeto Socialista-Comunista latino-americano.

Bruno Braga.


I.

MÉDICOS CUBANOS. O Brasil sob as ordens dos ditadores Castro.

Os militantes revolucionários babam e arrotam por todos os cantos: “soberania”, “independência” e “autodeterminação”! Porém, eles se fazem de desentendidos – em muitos casos são idiotas mesmo – quando a questão envolve os seus aliados. Por exemplo. Os termos do convênio para “importar” médicos – ou agentes – cubanos ferem de maneira obscena a Constituição Federal e a legislação nacional. Pior, eles são ditados diretamente pelos ditadores Castro. É o que estabelece o jornal “Granma” – órgão oficial do Partido Comunista Cubano – ao anunciar o acordo: o trabalho dos médicos no Brasil seguirá o modelo determinado pelo Ministério da Saúde de Cuba; e os vínculos “laboral”, “salarial” e de “seguridade social” é firmado com o regime Castro (Edição de 24 de Agosto de 2013. Cf. Foto).  

“Soberania” e “independência” têm um significado para o cidadão comum. Para a militância revolucionária – acima delas – está a “Pátria Grande” latino-americana SOCIALISTA-COMUNISTA projetada pelo Foro de São Paulo. O “Mais Médicos” – forjado pelo governo petista - é um programa deste projeto.


Nota publicada no Facebook em 18 de Setembro de 2013.


II.




MÉDICOS CUBANOS. Observatório Latino, 13 de Setembro de 2013. Graça Salgueiro fala sobre a vinda de médicos cubanos para o Brasil. Entre os tópicos abordados eu destaco os seguintes:

(1). Questões contratuais. Os “objetivos”. Lacunas e obscuridades dos termos. Infrações da legislação nacional.
(2). Agentes cubanos controladores entre os supostos médicos.
(3). Os custos e o repasse de uma soma bilionária aos ditadores Castro.
(4). Os resultados do programa na Venezuela: agentes cubanos incorporados à estrutura administrativa e política do país.
(5). Curso de Medicina em Cuba. Qualificação precária. Doutrinação ideológica – e treinamento guerrilheiro.


Nota publicada no Facebook em 18 de Setembro de 2013.


III.


MÉDICOS CUBANOS. A Direção Executiva Nacional dos Estudantes de Medicina (DENEM) é a entidade que representa os estudantes de medicina no Brasil. Ela mantém uma curiosa parceria com a Federação Estudantil Universitária de Cuba (FEU), e anualmente oferece – através do Núcleo Brasil-Cuba – estágios centrados na formação política. Para um programa que inclui uma etapa na ilha dos ditadores Castro, o edital do processo seletivo 2013 reza o seguinte:

“Com a parceria DENEM-FEU, espera-se o aprofundamento teórico e prático, além de debate sobre organização social e política NOS DOIS PAÍSES, TENDO COMO EIXO A CONSTRUÇÃO DO SOCIALISMO”. [...] “A DENEM reconhece a importância de estágios de natureza ESSENCIALMENTE POLÍTICA e dos acordos de cooperação bilaterais entre entidades parceiras, com aprofundamento nas discussões políticas, na qual o DENEM tem-se focado em realizar um acúmulo teórico nos últimos anos” (Edital 2013, p. 04 – que pode ser consultado no link [http://xa.yimg.com/kq/groups/13819218/2078489469/name/EDITAL%20NBC%202013%20CEV%20DENEM.pdf]).

Nota-se que a militância revolucionária “importada” de Cuba através do programa “Mais Médicos” reforçará o grupo de agentes disfarçados com jaleco e estetoscópio que já estão no país.   


Nota publicada no Facebook em 17 de Setembro de 2013.


IV.


MÉDICOS CUBANOS. A bandeira do MST exposta nos aeroportos do Brasil não é apenas uma cordialidade para recepcionar com boas-vindas os médicos “importados” de Cuba. O grupo de guerrilha rural Socialista-Comunista mantém uma longa parceria com a ilha dominada pelos irmãos Castro. Há 15 anos envia militantes para estudarem medicina em Cuba (Cf. vídeo). Depois de receberem uma formação deficiente – que inclui períodos de doutrinação ideológica -, retornam ao país como agentes da revolução travestidos de médicos, e fazem descaradamente a já conhecida – e FALSA – publicidade: que Cuba é um centro de referência em Medicina.



Nota publicada no Facebook em 17 de Setembro de 2013.



ARTIGOS RECOMENDADOS.

BRAGA, Bruno. “Notas. MÉDICOS CUBANOS. PT – Ditadura Castro – e o projeto Socialista-Comunista latino-americano” [http://b-braga.blogspot.com.br/2013/08/notas-medicos-cubanos-pt-ditadura.html].
______. “Notas II. MÉDICOS CUBANOS. PT – Ditadura Castro – e o projeto Socialista-Comunista latino-americano” [http://b-braga.blogspot.com.br/2013/08/notas-ii-medicos-cubanos-pt-ditadura.html].
______. “Notas III. MÉDICOS CUBANOS. PT – Ditadura Castro – e o projeto Socialista-Comunista latino-americano” [http://b-braga.blogspot.com.br/2013/08/notas-iii-medicos-cubanos-pt-ditadura.html].
______. “Notas IV. MÉDICOS CUBANOS. PT – Ditadura Castro – e o projeto Socialista-Comunista latino-americano” [http://b-braga.blogspot.com.br/2013/09/notas-iv-medicos-cubanos-pt-ditadura.html].
______. “Notas V. MÉDICOS CUBANOS. PT – Ditadura Castro – e o projeto Socialista-Comunista latino-americano” [http://b-braga.blogspot.com.br/2013/09/notas-v-medicos-cubanos-pt-ditadura.html].



No comments: