Thursday, September 29, 2011

Contra os "filtros da internet": um "filtro".

Bruno Braga.


 

Logo abaixo publico – gravado em caracteres itálicos - um breve comentário que redigi e enviei para o portal de notícias de Barbacena, "Barbacena Online" [www.barbacenaonline.com.br]. Trata-se mais de um pedido de esclarecimento do que de um comentário propriamente dito, elaborado a partir da leitura do artigo de Dimas E. Soares Ferreira, intitulado "A internet e seus filtros" ["Barbacena Online", 24 de Setembro de 2011 - http://www.barbacenaonline.com.br/noticias.php?c=7101&inf=100].

No texto indicado o articulista se pronuncia indignado contra os "filtros da internet", promovidos por sites como o Google, Facebook e o Yahoo. Ele reivindica uma "ética calcada na democratização das informações", pleiteando ainda que estes e outros portais sejam estruturados a partir de um "senso de vida pública, de responsabilidade cívica e transparência".

Acontece que o próprio portal que publicou o artigo de Dimas Soares promove certo tipo de "filtro": os comentários enviados para o site "Barbacena Online" passam por uma análise prévia do Conselho Editorial, que posta apenas os textos "aprovados" pelos responsáveis. Na mensagem abaixo indico exemplos deste expediente: alguns comentários que eu mesmo redigi, referentes a outros artigos de Dimas Soares, e que foram "filtrados". Sendo assim, seria fundamental um pronunciamento, tanto de Dimas Soares quanto do responsável pelo Conselho Editorial do site "Barbacena Online", para esclarecerem esta sutil contradição: um articulista que escreve indignado sobre "filtros da internet", em um portal que promove "filtragens".

A mensagem postada abaixo não foi publicada pelo portal "Barbacena Online". Então, encaminhei ao site outro pedido de esclarecimento, a respeito da não publicação do comentário e solicitando, no caso de "reprovação" do texto pelo Conselho Editorial, a informação dos "critérios utilizados para o julgamento e, conseqüentemente, para fundamentar a reprovação". Não obtive qualquer resposta – e, por isso, posto aqui o comentário "filtrado" para o leitor interessado na questão.

***

Dimas Soares Ferreira mostra-se escandalizado com os "filtros da Internet". Então, seria extremamente esclarecedor que ele se pronunciasse a respeito das "filtragens" promovidas pelo Conselho Editorial do site "Barbacena Online" sobre os comentários referentes aos artigos de sua própria autoria - o Conselho este que analisa previamente os comentários enviados ao portal, mas publica somente os que passam por um certo "filtro".

Para o leitor interessado, exemplos de comentários sobre os artigos de Dimas Soares Ferreira que foram filtrados e, conseqüentemente, não publicados, podem ser acessados nos respectivos endereços: 1. "Comentário" [http://dershatten.blogspot.com/2011_05_01_archive.html]; 2. "Novo comentário [http://dershatten.blogspot.com/2011_04_01_archive.html]; 3. "Mais três comentários" [http://dershatten.blogspot.com/2011_03_01_archive.html]; 4. "Dois comentários" [http://dershatten.blogspot.com/2011/03/dois-comentarios.html].

Em nome da "democratização da informação", reivindicada pelo próprio Dimas, espero que este comentário não tenha o mesmo destino dos acima citados.

Cordialmente,

Bruno Braga.

http://dershatten.blogspot.com

Belo Horizonte, 25 de Setembro de 2011.

No comments: