Wednesday, March 14, 2012

Teste de sensibilidade.

Bruno Braga.


No texto “A Cruz apeada” [1] apresentei uma questão que causa inquietação: por que um crucifixo é mais repugnante para um grupo que está empenhado na legalização do aborto do que o próprio produto da bandeira que ele defende, um feto dilacerado?

Sugiro que o leitor – inclusive o ateu, ou ateísta militante – também reflita sobre a questão, e que o faça a partir de duas imagens:




Então, caro leitor?


Referências.

No comments: