Saturday, August 23, 2014

"Manifesto dos JOVENS CATÓLICOS em apoio a Dilma"?!

Bruno Braga.
Nota.
 
 
 
 
"Manifesto dos JOVENS CATÓLICOS em apoio a Dilma"?!
 
Primeiro. Esse grupo não tem procuração para se manifestar em nome dos "JOVENS CATÓLICOS" - como se representasse TODOS eles.
 
E o mais grave. Há uma INCOMPATIBILIDADE INSANÁVEL entre (I) SER CATÓLICO e (II) "apoiar" Dilma - e, consequentemente, o PT. A candidata - e o seu partido - estão comprometidos com uma engenharia social e comportamental completamente contrária aos princípios da fé católica: o ABORTO - o ASSASSINATO de CRIANÇAS, a IDEOLOGIA DE GÊNERO, a LEGALIZAÇÃO DAS DROGAS, etc. E mais. A Igreja Católica PROIBE expressamente que o fiel VOTE ou APOIE candidatos e partidos SOCIALISTAS-COMUNISTAS - como o são Dilma Rousseff e o PT -, sob pena de EXCOMUNHÃO "latae divinae sentencie" (Cf. NOTA e VÍDEO RECOMENDADO).
 
Portanto, esse tal "Manifesto" é uma FRAUDE. E diferente do slogan que o acompanha - "Sou jovem católico!" - o jovem que adere ao "manifesto" corre o risco de estar sob a exclamação "SOU JOVEM EXCOMUNGADO!".
 
(*) Obs. O "manifesto" dos tais "jovens católicos" pode ser lido neste link: [http://bit.ly/VKLZI3]. É importante observar a lista dos que o subscrevem (p. 03 ss). Entre eles está um "padre" - N. 11, Geraldo Magela - e uma horda de membros e "militantes" da Pastoral da Juventude - organização ligada à CNBB e, pelo exposto, tomada de assalto por militantes políticos.

 
NOTA.
 
I. Congregação do Santo Ofício, 1949. (1) "É permitido aderir ao partido comunista ou favorecê-lo de alguma maneira? Não. O comunismo é de fato materialista e anticristão; embora declarem às vezes em palavras que não atacam a religião, os comunistas demonstram de fato, quer pela doutrina, quer pelas ações, que são hostis a Deus, à verdadeira religião e à Igreja de Cristo [...] (4) Fiéis cristãos que professam a doutrina materialista e anticristã do comunismo, e sobretudo os que as defendem e propagam, incorrem pelo próprio fato, como apóstatas da fé católica, na excomunhão reservada de modo especial à Sé Apostólica? Sim. - II. Congregação do Santo Ofício, 1959. "É permitido aos cidadãos católicos, ao elegerem os representantes do povo, darem seu voto a partidos ou a candidatos que, mesmo se não proclamam princípios contrários à doutrina católica e até reivindicam o nome de cristãos, apesar disto se unem de fato aos comunistas e os apoiam por sua ação? Não, segundo a diretiva do Decreto do Santo Ofício de 1o. de Julho de 1949, n.1 [3865]" (Cf. [http://b-braga.blogspot.com.br/2012/05/um-alerta-aos-catolicos.html]).
 
 
 
VÍDEO RECOMENDADO.
 
Padre Rodrigo Maria. "Eleições 2014: projeto PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA e a reforma política da CNBB".
 

No comments: