Thursday, August 28, 2014

CNBB firma PACTO com Governo PETISTA: promover a reforma política SOCIALISTA-COMUNISTA.

Bruno Braga.

 
 

Dilma Rousseff - Presidente e candidata à reeleição - se reuniu com Dom Raymundo Damasceno, presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos), no dia 25 de Agosto (segunda-feira). De acordo com o portal responsável pela campanha eleitoral da candidata petista, a CNBB - na pessoa de seu presidente - "firmou um ACORDO com o governo para a realização de um grande chamamento no dia 7 de setembro, com o objetivo de reunir assinaturas em apoio à reforma política e à realização de um plebiscito sobre o tema" (Cf. Imagem - os destaques são meus. A matéria completa pode ser acessada neste link: [http://www.saladeimprensadilma.com.br/2014/08/25/dilma-sobre-campanha-vou-me-dedicar-a-esclarecer-os-mitos-e-a-discutir-propostas/]).

 
Foto da reunião entre a Presidente Dilma Rousseff e Dom Raymundo Damasceno, presidente da CNBB - à direita, Dom Leonardo Ulrich. Fonte. Fotos Públicas.

 
O PACTO com o Governo PETISTA - com a Presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff - é mais uma amostra escabrosa de qual "senhor" a CNBB optou servir. Porque suas desastrosas iniciativas políticas - uma proposta de Reforma Política e um Plebiscito Constituinte - contrariam integralmente as orientações e princípios da Igreja Católica - pela engenharia social, comportamental, pela natureza do projeto político embutidos nelas; mas, de forma traiçoeira e maquiada, promovem e consagram o esquema de poder PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA.

 
ANEXOS.
 
I.
 
Coalizão pela Reforma Política Democrática enaltece decreto do Foro de São Paulo - com a chancela da CNBB - e escancara - mais uma vez - o horizonte de suas iniciativas.

Para a Coalizão pela Reforma Política Democrática, o decreto assinado pela Presidente Dilma Rousseff - o decreto 8.243-2014, que, sob o pretexto de ampliar a participação da "sociedade civil" na administração pública direta e indireta, aparelha instâncias decisórias com agentes e grupos subordinados ao seu esquema de poder (Cf. "O decreto do Foro de São Paulo [http://b-braga.blogspot.com.br/2014/06/o-decreto-do-foro-de-sao-paulo.html]) - é "um grande passo" (Cf. imagem. Texto completo: Página oficial da Coalizão no Facebook: [https://www.facebook.com/photo.php?fbid=626076660823244]).

Mas a Coalizão observa que só o decreto não é suficiente. É necessário promover uma reforma política. Com a advertência, a Coalizão escancara que as iniciativas que fomenta - a proposta de Reforma Política e o Plebiscito Constituinte - têm o mesmo horizonte que o abominável decreto assinado pela Presidente Dilma: ampliar e fortalecer o projeto de poder PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA. Iniciativas que têm a chancela da CNBB, contrariando integralmente os preceitos e orientações da Igreja Católica - não só pela natureza do esquema de poder que promovem, mas pela engenharia social e comportamental que o envolve.
 
Nota publicada no Facebook em 18 de Agosto de 2014.

 
II.
 
Coalizão MINEIRA é COORDENADA por PETISTA.
 
A Coalizão pela Reforma Política Democrática anuncia a realização de um ATO PÚBLICO em Belo Horizonte - dia 21 de Agosto - para promover e coletar assinaturas para a sua proposta de Reforma Política e para divulgar o Plebiscito Constituinte (Cf. [http://www.reformapoliticademocratica.org.br/ato-publico-pela-coalizao-mineira-pela-reforma-politica/]).

Os esclarecimentos sobre o ato foram fornecidos por Anivaldo Matias de Souza, COORDENADOR da Coalizão MINEIRA. Porém, uma informação não é dada. Uma informação importante para o público, porque as iniciativas fomentadas pela Coalizão pela Reforma Política Democrática - a proposta de Reforma Política e o Plebiscito Constituinte - maquiam a ampliação e o fortalecimento do projeto de poder PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA. Anivaldo Matias está filiado ao Partido dos Trabalhadores - ao PT (Cf. Imagem. Os destaques em vermelho são meus - e considerar o registro "Souza", que aparece com "s" no anúncio citado, e com "z" na base de dados do TSE).
 
 
 
Nota publicada no Facebook em 19 de Agosto de 2014.

 
ARTIGOS RECOMENDADOS.

BRAGA, Bruno. "Padres pregam proposta de reforma política. Fiéis, não assinem!" [http://b-braga.blogspot.com.br/2014/07/padres-pregam-proposta-de-reforma.html].
______. "O porta-voz comunista da reforma política celebrada por padres" [http://b-braga.blogspot.com.br/2014/07/o-porta-voz-comunista-da-reforma.html].
______. "A reforma política da CNBB. Católicos, não assinem!" [http://b-braga.blogspot.com.br/2014/08/a-reforma-politica-da-cnbb-fieis.html].
______. "Padre Rodrigo Maria. Eleições 2014 e a desastrosa proposta de reforma política que promove o projeto de poder PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA [http://b-braga.blogspot.com.br/2014/08/padre-rodrigo-maria-eleicoes-2014-e.html].

VÍDEO RECOMENDADO.
 
Padre Rodrigo Maria. "Eleições 2014: projeto PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA e a reforma política da CNBB".


NOTA.
 
I. Congregação do Santo Ofício, 1949. (1) "É permitido aderir ao partido comunista ou favorecê-lo de alguma maneira? Não. O comunismo é de fato materialista e anticristão; embora declarem às vezes em palavras que não atacam a religião, os comunistas demonstram de fato, quer pela doutrina, quer pelas ações, que são hostis a Deus, à verdadeira religião e à Igreja de Cristo [...] (4) Fiéis cristãos que professam a doutrina materialista e anticristã do comunismo, e sobretudo os que as defendem e propagam, incorrem pelo próprio fato, como apóstatas da fé católica, na excomunhão reservada de modo especial à Sé Apostólica? Sim. - II. Congregação do Santo Ofício, 1959. "É permitido aos cidadãos católicos, ao elegerem os representantes do povo, darem seu voto a partidos ou a candidatos que, mesmo se não proclamam princípios contrários à doutrina católica e até reivindicam o nome de cristãos, apesar disto se unem de fato aos comunistas e os apoiam por sua ação? Não, segundo a diretiva do Decreto do Santo Ofício de 1o. de Julho de 1949, n.1 [3865]" (Cf. [http://b-braga.blogspot.com.br/2012/05/um-alerta-aos-catolicos.html]).
 
 

No comments: