Wednesday, January 02, 2013

Comentário sobre o Papa e uma resposta.



Bruno Braga.


Faço a reprodução do comentário de Thiago Guarani-Kaiowá Martins – Item (I) - sobre o artigo de Drew Zahn, “Papa procura um grupo inter-religioso para combater o casamento gay” (texto por mim traduzido e publicado [aqui]). 

O Item (II) é a reprodução da resposta que redigi e publiquei para o comentário de Thiago Martins, candidato a vereador nas eleições de 2012, em Barbacena.

***

I. Comentário. Thiago Guarani-Kaiowá Martins.

24 de Dezembro de 2012. 20:58.
E muita falta de ter oque fazer!!! Pra minha pessoa oque ameaça o mundo era a fome,a guerra e não o casamento gay!!mais também né não e de se surpreender que um sujeito "banhado em ouro",tem a cara de pau de tentar falar em humildade se diz representante de um certo nazareno que pregava totalmente o contrario do que e feito hoje!!!tem que parar com a hipocrisia e se tornar cristão de fato !!!

24 de Dezembro de 2012. 21:56.

(*) Nota. Este link foi excluído – sem qualquer exposição de motivos ou referência sobre o responsável - da área na qual foi originalmente publicado (Grupo “Barbacena, quem se importa?” [http://www.facebook.com/groups/132634753466501/]). De qualquer maneira, trata-se de uma foto do Papa Bento XVI, então jovem Ratzinger, para a Juventude hitlerista. A imagem (Cf. Link indicado acima) ilustra o artigo de Luiz Mott – um dos expoentes do Movimento gayzista no Brasil -, que foi publicado no grupo LGBT “Entre nós”.


II. Resposta. Bruno Braga.  

Thiago,

O curioso é que, se você considera “muita falta de ter o que fazer” a preocupação do Papa com o casamento gay, os articuladores do movimento que propõe a união, por outro lado, não a consideram algo menor; pelo contrário, ela é apenas a porta de entrada para várias outras reformulações – culturais, jurídicas e educacionais. Um projeto de reengenharia social. Parece que você não pensou sobre as consequências de todas estas reformulações antes de desqualificar as considerações do Papa. Mapear estas consequências é o suficiente para perceber que não é só a “guerra” e a “fome” – como você inocentemente acredita - que repercutem sobre o mundo.

Conteste a argumentação do Papa. Porque recorrer ao “patrimônio” – ao “ouro” – à “humildade” – não alteram o conteúdo do discurso. Discuta O QUE o Papa disse.

Ademais, o propósito de associar o Papa ao Nazismo – com uma foto para a Juventude hitlerista – é totalmente descabido. Primeiro, sem entrar no mérito. Você despreza os efeitos do tempo – as diferenças e transformações – entre uma criança de 14 anos e um Sr. de 85. Isto é o equivalente de eu suspeitar dos seus bons modos de hoje porque, quando bebê, você fazia coco nas fraudas. Depois – já propriamente sobre a questão – você não considerou as circunstâncias da foto. Você sequer observou, Thiago, que a inscrição na Juventude hitlerista foi uma imposição do regime nazista aos jovens, e que os Seminários obrigatoriamente deveriam cumprir.

Atenciosamente,
Bruno Braga.

Barbacena, 27 de Dezembro de 2012.



No comments: