Wednesday, February 26, 2014

A MILÍCIA GAYZISTA do MST.

Bruno Braga.
 
 
“Sem Terra LGBT lutam por uma sociedade sem preconceito”.
 
O MST – a guerrilha rural PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA – aderiu ao ativismo gay (à transformação da sexualidade em fator de promoção política e de engenharia social). O grupo – que recentemente tocou o terror em Brasília com dinheiro público [http://b-braga.blogspot.com.br/2014/02/pt-mst-barbarizando-com-dinheiro-publico.html] – apresenta a sua milícia GAYZISTA (Cf. MST [http://www.mst.org.br/node/15752]).
Nos assentamentos, crianças recebem doutrinação SOCIALISTA-COMUNISTA. Trata-se, não só de preparar novas lideranças, mas de criar uma ala atuante infanto-juvenil do movimento: os “sem-terrinha”. É imprescindível verificar se estas mesmas crianças também recebem lições GAYZISTAS com a “milícia” LGBT-MST que agora se engaja na “luta por uma sociedade sem preconceito”. O que seria mais um CRIME cometido pelo MST.
 
Nota publicada no Facebook em 25 de Fevereiro de 2014.
 

No comments: