Monday, February 10, 2014

"Policial petista" (SOCIALISTA-COMUNISTA).

Bruno Braga.

 


O policial – por ofício – tem o DEVER de preservar a ordem pública, a segurança das pessoas e o patrimônio público e privado.  
 
O petista (SOCIALISTA-COMUNISTA) promove a glamourização do banditismo e a dissemina por meio de todos os canais culturais; ele trabalha – recorrendo a todo tipo de artifício e ardil - para manchar a imagem dos policiais e das corporações. O petista está empenhado na efetivação do projeto de “desmilitarização” das polícias, que, em outras palavras, significa o enfraquecimento e subjugação das polícias ao poder político. Portanto, o policial petista (SOCIALISTA-COMUNISTA) contribui com a divinização do bandido que ele tem o dever de combater e com a desmoralização de sua atividade – e, consequentemente, com a sua própria – e com a domesticação das corporações. 
 
O PETISMO-SOCIALISMO-COMUNISMO – para o fortalecimento do seu projeto de poder - tem uma parceria firmada com o CRIME ORGANIZADO e com o NARCOTRÁFICO. Ele utiliza a GUERRILHA URBANA e a RURAL. Isto é, o PETISMO-SOCIALISMO-COMUNISMO submete a ordem pública, a segurança das pessoas - e até a VIDA delas -, o patrimônio público e privado aos propósitos e interesses de seu grupo revolucionário. Nestes termos, um “policial petista” TRAI todos os DEVERES do seu ofício.  
 
Enfim, um policial que se apresenta como “petista” (SOCIALISTA-COMUNISTA) é, ou uma besta quadrada ou um integrante da QUADRILHA PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA - não um policial, mas um bandido fardado.     

No comments: