Saturday, February 15, 2014

BARBARIZANDO em Brasília.

Bruno Braga.
 
 
Você, trabalhador brasileiro, tem dinheiro para ir a Brasília? Garanto que – se tiver – suas economias dariam para custear apenas as passagens. Mas, o MST – grupo de “pobres trabalhadores sem-terra” – é capaz de deslocar uma tropa imensa até a capital do país (Cf. foto).
De onde saiu o DINHEIRO para que a guerrilha rural PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA pudesse BARBARIZAR em Brasília? Nesta marcha – em 12 de fevereiro - houve até uma tentativa de invasão do Supremo Tribunal Federal.
Apesar de tocar o terror em Brasília, a presidente Dilma recebeu – no dia seguinte – sem qualquer constrangimento os dirigentes do MST. E disse a eles: “passem tudo o que puderem passar de informações para nós do que está errado que faremos as mudanças” [http://www.mst.org.br/node/15722]. Prometeu assentar 30 mil famílias até o final do ano. Quer dizer, a presidente concederá mais e mais terras ao seu aliado SOCIALISTA-COMUNISTA no campo – que contraria descaradamente o próprio discurso militante contra a propriedade improdutiva, sendo ele o maior LATIFUNDIÁRIO do país.   
 
PT-MST – aliados no projeto SOCIALISTA-COMUNISTA.
 
 
Em Brasília, presidente do PT participa do 6º Congresso Nacional do MST. No dia 13 de fevereiro, Rui Falcão – com bonezinho e tudo – esteve presente no “ato político” promovido pelo braço de seu partido no campo. Não deu a mínima para o VANDALISMO promovido – no dia anterior - pelo grupo na capital federal, quando seus militantes tentaram invadir o Supremo Tribunal Federal e o Palácio do Planalto. Mas, qual o problema? Se a Presidente da República desprezou tudo isso e recebeu a guerrilha rural SOCIALISTA-COMUNISTA – adulando-a com promessas de que receberia mais terras - por que o presidente do seu partido – junto com o Ministro Gilberto Carvalho e o Governador do Rio Grande do Sul, Tarso “Poeta-punheteiro” Genro – não poderia publicamente prestigiá-la?
 
 
Notas publicadas no Facebook em 14 de Fevereiro de 2014.

No comments: