Wednesday, February 19, 2014

E as ligações do MÍDIA NINJA (Fora do Eixo) com os Black Blocs? Autoridades policiais, INTIMEM o CAETANO!

Bruno Braga.
 
 
O advogado de Fábio Raposo e Caio Silva de Souza – os rapazes responsáveis pela morte do cinegrafista da Band – expôs publicamente o óbvio: que jovens são “aliciados” e FINANCIADOS por políticos e partidos para tocarem o terror em protestos e manifestações.
A polícia anunciou que irá investigar a denúncia do advogado. Sendo assim, há um elemento nesta trama que deve ser incluído nas diligências: o MÍDIA NINJA. O grupo – braço do Fora do Eixo que se apresenta como jornalismo “independente” – tinha o privilégio de cobrir os protestos desde dentro. Tinha um acesso que era vedado pelos “mascarados” à imprensa “tradicional” (como a Band do cinegrafista Santiago Andrade).
Uma figura “célebre” e “ilustre” – com afetação de “intelectual” – poderia contribuir com os trabalhos policiais: CAETANO VELOSO. Em sua coluna no jornal “O Globo” – sob o expressivo título “Um dia aventuroso” -, Caetano descreveu a visita que fez à sede do Mídia Ninja (Fora do Eixo-Rio de Janeiro): “Estou escrevendo ao chegar em casa, de volta, não da secretaria, mas do apê da turma da MÍDIA NINJA. É que Sidney queria falar com alguém que estivesse mais perto dos manifestantes. Saímos da Central, ele, Olga Bronstein, Yvonne Maggie e eu, de metrô, rumo à Zona Sul. Paramos no Largo do Machado, elas seguiram de táxi, e nós dois fomos comer sashimi. Sidney estava certo de que havia uma reunião da Mídia Ninja na UFRJ e me arrastou com ele. Chegamos ao enorme prédio da universidade e ninguém sabia nos dizer onde se dava a tal reunião. Numa portaria indicada, o porteiro fez umas ligações para descobrir. Daí apareceu uma moça, bonita e elegante em sua simplicidade, e nos disse que Carioca estava num apartamento ali em frente. Sidney ainda perguntou se a reunião era lá. Não era “a” reunião, mas eles estavam lá e queriam falar conosco. Andamos com ela. Carioca nos encontrou na faixa de travessia de pedestre. Muito doce, ele foi conversando até entrarmos no apê. Tudo muito limpo e alegre. CONTAVA QUE UM MEMBRO DO BLACK BLOC TINHA IDO À REUNIÃO DA VÉSPERA e que os aconselhara a não sair no dia 7. Eles, blocs, iam, mas os outros não deviam ir. Perguntei se isso seria uma ameaça. Não parecia, ele disse. Contava mais para mostrar como os discursos dos manifestantes têm sido variados. Repetia sempre a palavra querida dos Fora do Eixo: “narrativa”. Mas a conversa dele era boa. Ele explicava O SENTIDO DE CERTOS ATOS VIOLENTOS, mas entendia os argumentos de Sidney” (Os destaques são meus. O texto completo pode ser acessado através do link: [http://oglobo.globo.com/cultura/um-dia-aventuroso-9874195?service=print].
Na sede do Mídia Ninja (Fora do Eixo), Caetano ainda posou como “mascarado” (Cf. foto). Parece ter o que contar sobre o seu “dia aventuroso”. Poderá colaborar com as investigações sobre as ligações do jornalismo dito “independente” e “ativo” com a QUADRILHA Black Bloc – e ser, quem sabe, o ponto de partida para expor PUBLICA e DEFINITIVAMENTE a ligação do Mídia Ninja (Fora do Eixo) com o PETISMO-SOCIALISMO-COMUNISMO e a instrumentalização de manifestações e protestos. Autoridades policiais, INTIMEM o Caetano.
 
ARTIGOS RECOMENDADOS.
Revista Veja. “Quem é Pablo Capilé (o Ninja do PT)?” [http://b-braga.blogspot.com.br/2013/09/quem-e-pablo-capile-o-ninja-do-pt.html].
 
Nota publicada no Facebook em 18 de Fevereiro de 2014.

No comments: